Você empreendedor - Seu 1º passo é alimentar o conhecimento Quero Vencer!

Conheça um negócio melhor do que franquias baratas

Muita gente pensa em franquias baratas quando quer iniciar um negócio.

Eu mesmo, já participei de dezenas de feiras de franquias para conhecer o setor e as oportunidades disponíveis.

Em 2002 eu montei o meu negócio do zero, uma marca nova e desconhecida, que hoje tem um certo nível de conhecimento em mais de 8 estados brasileiros. Lembro bem quando o meu sonho de abrir um negócio passou pelo estudo das opções de franquias baratas.

Como todo novo empreendedor em potencial, a vontade é imensa porém a disponibilidade de capital é mínima. Então a opção de franquias acabou tornando-se inviável naquele momento.

É claro que nossos sonhos não podem parar nos primeiros obstáculos, pelo contrário devem ser motivo de inspiração para sempre nos reinventarmos. E foi assim que comecei a empreender.

Na medida em que a minha empresa crescia eu via que ter montado uma franquia poderia ter sido uma porta de entrada para eu conhecer melhor o mundo prático. Principalmente quando ao operar uma franquia você tem a chance de vivenciar treinamentos e trocar experiências com quem já está há anos no mercado fazendo a mesma coisa.

As franquias baratas são ao mesmo tempo ótimas opções de entrada porém as perspectivas de ganhos seguem a mesma relação: ganhos diretamente proporcionais e pequenos.

Eu sempre tive a curiosidade de como teria sido a minha história se eu tivesse adquirido uma franquia naquela época em que eu queria dar o meu primeiro passo.

Tenho três dicas valiosas para te dar

1. Se possível comece o seu negócio com equipamentos usados

Quando você inicia o seu negócio, tente fazer o menor investimento possível na operação, pois tenho certeza que terá que usar capital adicional ao previsto para contingências que vão aparecer. Me arrependo de ter comprado tudo novo, poderia ter utilizado este recurso para outros negócios. Então, acredito que você possa ao menor pensar sobre isso quando for iniciar, vale a pena.

2. Comece pequeno

Outra dica fundamental que gostaria de compartilhar é a de que você inicie com o menor tamanho de equipe possível e vá aprendendo quais as atividades realmente serão percebidas pelo cliente e quais não serão. É bem comum o empreendedor de primeira viagem achar que precisa de alguns processos de trabalho que não serão úteis com a operação no ar.

3. Sobre o aluguel

Não tem problema que você comece em um ponto pequeno, entenda o comportamento do seu negócio e depois mude de local. O aluguel é uma despesa mensal determinante nos custos e poderá representar a diferença entre algo sustentável ou o fechamento do seu negócio.

Quer conhecer mais dicas? Clique no link abaixo:

Como Montar um Delivery com Apenas 20% do Investimento

Sempre que necessário reveja a sua estratégia para garantir o seu crescimento orgânico e saudável.

Em 2010 eu montei um programa de franquias, que foi muito importante para o crescimento da minha marca, e em 2014, eu tive que rever a estratégia de lançamento adaptando a proposta para um formato multicanal.

No último ano quebrei a cabeça para tentar identificar as melhores práticas que tive à frente de uma rede de franquias, que não eram baratas, e levantei as principais perguntas que recebi por anos de potenciais candidatos à franquia.

Algumas delas

  • Por que eu deveria pagar a taxa de franquia se estarei explorando uma região que ainda não conhece a sua marca?
  • Por que eu tenho que pagar royalties mensais sobre o meu faturamento?
  • Por que eu tenho que seguir as regras da franqueadora à risca?
  • Por que o contrato de franquia é por 5 anos?

Entre outras centenas de perguntas, os candidatos à franquia, mesmo que franquias baratas queriam entender porque eles deveriam entrar em um negócio, que teoricamente, deveria ser a conquista da sua liberdade e seguir regras rígidas em seu dia a dia.

Que tipo de liberdade é ter de fato uma franquia?

Além disso, alguns franqueados nossos reclamavam que se sentiam como “empregados de luxo” para a minha marca.

Essa realidade é bem comum. No começo do negócio tudo é amor e carinho, com o passar do tempo e com os aprendizados decorridos ao longo do percurso o franqueado entende que não precisa mais da franqueadora para seguir o seu caminho, mesmo que tenha tido toda a experiência em função justamente de fazer parte de algo maior.

Independente dos aprendizados que eu tive, desde 2015 entendemos que era hora de uma nova proposta que eliminasse praticamente todas as objeções e ampliasse a possibilidade de que novos empreendedores pudessem ter o seu negócio com o mínimo de regras.

Foi a partir de um grande esforço e de um grande quebra-cabeças que eu esqueci o modelo de franquias baratas e resolvi criar um modelo vencedor que realmente fosse transformar a vida das pessoas.

Este modelo é uma opção de negócios em que o parceiro compra produtos de minha fábrica e recebe um super treinamento de como operar um negócio de delivery com investimentos na ordem de 20% do que outros negócios no mesmo segmento.

Além de não pagar taxa de franquia e nem mesmo royalties ele participa de um grupo de parceiros que explora a marca em mais de 300 cidades disponíveis no país.

Nos últimos dias tenho apresentado este programa e tenho recebido muitos elogios pela iniciativa de ter criado um divisor de águas entre algo “barato”, e já conhecido, e algo de alto valor por um investimento mínimo.

Então, resumidamente, hoje eu tenho um negócio reconhecidamente melhor para você do que as franquias baratas.

Quer conhecer mais sobre este plano? Clique no link abaixo:

Como Montar um Delivery com Apenas 20% do Investimento

Espero ter contribuído com a sua análise e estudos e espero que o seu negócio próprio esteja muito mais próximo para você.

Um abraço.
Rodrigo Miranda